O filme interativo da Netflix é assustador; saiba o por quê!

Sob muita expectativa estreou Bandersnatch o filme interativo da Netflix derivado da série Black Mirror, a proposta parecia ultrapassada pois há alguns anos canais no youtubes faziam vídeos onde os telespectadores poderiam escolher os rumos da história. Porém Bandersnatch conseguiu se mostrar inovador, se você não gosta de Spoiler cai fora dessa matéria agora

O filme se passa nos anos 80 e acompanha Stefan (Fionn Whitehead), um jovem que está desenvolvendo um jogo interativo de videogame baseado em um livro que era de sua mãe, morta quando ele tinha apenas 5 anos. Você começa escolhendo coisas bobas como o que Stefan irá comer no café da manhã e a música que irá ouvir…Mas as questões vão ficando cada vez mais intensas, o personagem Colin funciona como o Coelho Branco de Alice no País das Maravilhas ou em uma versão mais oitentista do Papo, o Mestre dos Magos, de Caverna do Dragão. Ele avisa sobre as suas escolhas e tem um papo filosófico doidão. O Livro que Stefan está se baseando chama se “Bandersnatch” e possuí múltiplos finais, o jogo que ele cria também e o filme também! (Ou seja, temos a história da história dentro da história, que louco isso, não?) O Grande diferencial da interatividade é não ser interativo (Ué, como assim?) No filme, Colin fala para Stefan que não temos livre arbítrio, que tudo o que é criado para termos escolha é apenas para nos dar essa sensação, mas que tudo já está escolhido, alguém escolheu por nós. E assim que a Netflix brinca com os seus assinantes…Todas as escolhas levam a finais que ela escolheu (Um deles parece ser o certo) Durante o filme, consegui ver uns 7 ou 8 finais diferentes, usuários do serviço estão relatando outros diferentes, em resumo: A História do livro, do Jogo e do filme se repete com nós! Ao acharmos que estamos controlando Stefan e suas ações, estamos nos submetendo ao controle da Netflix, tornando-se um looping infinito. Como se isso não fosse assustador o suficiente, vemos que o jogo realmente existiu, ou melhor, quase! Em 1984 o jogo estava sendo produzido mas não teve uma conclusão (O que acontece em diversos finais, os que vi, em nenhum o Stefan tem sucesso com o jogo) e o nome Bandersnatch é de uma criatura que aparece no livro Alice no País das Maravilhas, minha dica é que você veja o filme e volte para as escolhas sempre que necessário para ver todos os finais (Entendendo que os personagens podem viajar no tempo e que possuem vidas, como num game…Olha aí a história dentro da história de novo) ou aqueles que a Netflix escolheu em te mostrar!

Deixe uma resposta