O erro dos radicais

 (Foto: Pablo Martinez Monsivais/AP)
(Foto: Pablo Martinez Monsivais/AP)

O direito de protestar em solo americano vai até onde agride a vida da outra pessoa. Uma coisa foi um jovem brasileiro ter conseguido entrar em ambiente onde Dilma era recebida nos Estados Unidos. Outra é o jovem desejar a morte da Presidente Dilma. Jamais quem quer que seja, no seu direito de protestar, pode sugerir ou pedir a morte de quem quer que seja. Isto faz com que o protesto deixe de ser democrático e seja tão democrático quanto o Estado Islâmico. Os democratas ou oposicionistas que desejam a saída de Dilma ou do PT do poder, tem o direito de lutar por seus desejos mas jamais clamar pela morte de quem quer que seja, mesmo que sejam adversários ou inimigos, por pior que sejam ou por pior que governem. Devemos pedir e lutar pelo que for bom ao Brasil e jamais lutar pela morte de quem quer que seja.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta