O encontro entre Lula e FHC e o novo comunista no STF

James akel comenta nova 3

Comunista no STF:

Luiz Fachin foi indicado por Dilma pra ser sabatinado no Senado pra ser ministro do STF.

Luiz Fachin é de perfil nítido comunista e admirador e alinhado com o MST.

Nem Lula queria indicar Luiz Fachin antes.

Agora Dilma, protegida pelo exército do MST indicou Luiz Fachin.

Toda literatura escrita por Luiz Fachin mostra que ele é radical de esquerda e a favor da desapropriação de terras de particulares.

Acontece que o presidente do STF, Lewandowsky tem em suas mãos o julgamento de Renan Calheiros desde 2007 e não julgou até agora.

Sabe-se lá se Lewandowsky resolve julgar e condenar Renan se o Luiz Fachin for reprovado no Senado.

Lula e FHC:

Foto: Ricardo Stuckert
Foto: Ricardo Stuckert

Setores lulistas do PT estão tentando uma reunião secreta com Lula, Aécio e Fernando Henrique.

Alguns dias atrás numa reunião secreta entre Lula e Dilma, Lula teria gritado pra Dilma que teria se arrependido de ter indicado a ela Dilma pra ser presidente.

Agora Lula quer articular um grande acordo pra um impeachment contra Dilma baseado no relatório do Tribunal de Contas da União que mostra ter Dilma feito atos de improbidade administrativa.

Neste acordo espera-se reduzir os efeitos das atitudes do juiz Sergio Moro contra políticos do PT, PMDB e PSDB.

Alguém vai dizer que o PSDB nada teria a ver com isto.

Mas tem um pessoal no PSDB que pode no passado ter se enganado com alguns números e isto os amedronta.

O PSDB prefere um mal acordo que uma boa briga.

E é com este medo do PSDB que Lula está contando.

Lógico que Lula vai cobrar a fatura em 2018.

Se o adversário for Geraldo então Lula nem se preocupa.

Se for Aécio este não vai poder agredir o passado de Lula.

Mas agora o que importa é a reunião secreta, nos moldes da que aconteceu em 2005 e que evitou o impeachment de Lula naquela data festiva.

Petistas dizem que não sabiam das gráficas:

Os petistas agora estão dizendo que não sabiam que Vaccari usava gráficas pra manobrar verbas.

Vão deixar Vaccari se danar sozinho igual fizeram antes.

Triste Jovem Pan:

 A Rádio Jovem Pan sem Claudio Carsughi é o mesmo que o Rio de Janeiro sem o Copacabana Palace.

O caminho de Vaccari:

Pela filosofia reinante no processo comandado pelo juiz Sergio Moro, o tesoureiro do PT Vaccari pode ser solto se resolver falar em delação premiada.

Mas a delação premiada não se faz de cima pra baixo.

Só se denuncia alguém acima.

E acima do Vaccari está Rui Falcão, Lula e Dilma.

James Akel Comenta, toda terça-feira, às 20h, no BDI

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta