O Corinthians perdeu e nada mudou!

Por Deyvid Xavier

FOTO: WILTON JUNIOR/ESTADAO

Foi feia a derrota do Corinthians para o Flamengo, que se tornou a única equipe que não perdeu para o Timão no Campeonato Brasileiro (mesmo com o gol 3 metros em posição legal de Jô no primeiro turno), atrapalhando a conquista de mais recordes do Corinthians nesse campeonato, como alcançar a marca de pontos de 2015, com 81 pontos.

O fato é que nada mudou. Um time está pressionado e busca algum objetico esse ano, seja a vaga na Libertadores pelo Brasileirão ou o título da Copa Sulamericana, que também dá a vaga, enquanto o outro já conquistou o título e, obviamente, ia jogar sem responsabilidade, caso da última rodada.

Porém, no Corinthians, é o momento de utilizar jogadores que ainda não tiveram muitas oportunidades na equipe, já pensando na próxima temporada. Casos de Kazim, Pedrinho, Giovanni Augusto ou até mesmo o próprio Danilo. Assim como no basquete, mesmo uma equipe ganhando ou perdendo por grande diferença de pontos, os técnicos sempre param e fazem uma jogada estratégica nos momentos finais de partida, que em jogos mais apertados, será utilizada.

A mesma coisa deveria fazer o técnico Fábio Carille, dar (o que resta) de oportunidades a outros jogadores. Nnão houve reserva para Jô durante toda a temporada, já que Kazim demorou a evoluir, só fazer “parede” no trabalho de pivô não faz ganhar títulos. Pedrinho precisa amadurecer e mostrar que pode se tornar a segunda opção para o treinador, já que hoje é a terceira ou quarta, atrás de Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto. Aliás, Marquinhos Gabriel, aquele que o torcedor lamentou a contusão nessa reta final (depois percebeu que não era tão grave sua ausência, já que Romero e Clayson terminaram bem),não poderia errar o passe que resultou no terceiro gol do Flamengo nem na “pelada de fim de ano”, muito menos em um jogo profissional, mesmo que não valesse nada ao Corinthians.

De resto, venceu quem precisava vencer. Perdeu quem já está no ritmo de férias.

Deixe uma resposta