O ato teatral de Obama

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fala nesta sexta-feira (13) sobre o Iraque em discurso na Casa Branca (Foto: Pablo Martinez Monsivais/AP)
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fala nesta sexta-feira (13) sobre o Iraque em discurso na Casa Branca (Foto: Pablo Martinez Monsivais/AP)

Todo ato de Obama de aproximação com Cuba nada mais é que teatral num momento em que Obama passa pela pior fase de seu governo americano.

Pra derrubar de verdade o bloqueio contra Cuba Obama precisa da posição do Congresso que é oposição a Obama.

Cuba já recebe 1 bilhão do Brasil pra pagar o acordo de Mais Médicos e este dinheiro dá bastante pra que os irmãos Castro se divirtam porque conforto ao povo esqueçam.

Vamos supor que o Congresso Americano aceite retirar bloqueio econômico de Cuba.

Os hotéis que Cuba tem vão ter que ser totalmente reformados e outros construídos para aguentar o turismo americano na ilha.

Áreas de entretenimento vão ter que ser criadas pra atrair americanos.

Cuba vai acabar sendo tudo aquilo que era antes de Fidel Castro tirar o ditador Batista e ser ele mesmo o ditador.

E o Brasil continuaria ajudando o Mais Médicos desta maneira com apoio americano.

Grande parte dos americanos que são republicanos já diziam que Obama tinha viés socialista quase comunista.

Agora então estão todos dizendo que Obama saiu do armário.

Nisto tudo o Brasil, que construiu o porto cubano pra Cingapura administrar e os americanos usufruírem vai ficar olhando a vitrine da loja sem entrar pra comprar o trenzinho.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta