NOVIDADE: Facebook irá remunerar quem postar vídeos na rede social

11328790_10204467400305446_1133847712_n

 

 

 

O Facebook é hoje umas das redes sociais mais populares no mundo e não é atoa. Mark Zuckerberg é um extremo estrategista que visa dominar o meio cibernético. Quem estava dando bobeira e deve abrir os olhos para as novidades que a rede social lança, é o YouTube. A principal rede de publicação de vídeos agora terá um sério concorrente. Sim, e um concorrente que vem com tudo.

O Facebook, agora irá remunerar quem posta vídeos diretamente na rede social, com isso, os usuários não precisarão postar no YouTube para depois compartilhar no Facebook. Os valores serão contabilizados como no YouTube: 55% dos valores arrecadados com publicidades vão para quem publicar o vídeo e os outros 45% ficam com Facebook.

Esta notícia é um baque e tanto para o Youtube que poderá perder e muito com esse novo concorrente. Mas não será tarefa fácil conseguir a grana com anúncios diretamente do Facebook. Segundo o portal Re/Code, para receber  a remuneração os vídeos terão que aparecer no Suggested Vídeos, uma espécie de feed notícias, mas que só aparecem vídeos.

Assim que o usuários clicarem no link do vídeo ele irá para esse feed notícias, e lá ele poderá ver vários outros  vídeos. Assim como já são feitas com quem tem a fan page, será oferecida várias formas e valores de publicidades.

Em entrevista ao Re/Code, o Vice-Presidente Dan Rose comentou que haverá uma escala de um anúncio para cada três vídeos publicados. Ainda segundo Dan, a rede social não definiu como serão feitas as cobranças dos anunciantes, e, sendo assim, nos próximos meses não será cobrado nada dos anunciantes que utilizarem a plataforma para divulgarem seus vídeos.

A princípio, serão poucos os beneficiados com esta novidade, para conseguir participar dessa nova plataforma do Facebook será necessário tornar-se parceiro da rede social.

O novo feed notícias de vídeos, o Suggested Videos (já com publicidade) entrará em operação para iOS nas próximas semanas, já as versões para Android e web serão lançadas mais para frente, sem data prevista.

 

Fonte: Agências/ Re/Code

Amanda Souza, jornalista

Coluna de Tecnologia, todos os sábados, às 20h, no BDI

Fale com Amanda: amandasouza@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta