Nível de emergência no Iraque é máximo, diz ONU

 

 Yazidis que fugiram dos terroristas do Estado Islâmico no Iraque fazem marcha na fronteira com a Síria (Youssef Boudlal /Reuters)

Yazidis que fugiram dos terroristas do Estado Islâmico no Iraque fazem marcha na fronteira com a Síria (Youssef Boudlal /Reuters)

Devido à crise humanitária provocada pelo avanço do grupo terrorista Estado Islâmico, a Organização das Nações Unidas declarou nível máximo de emergência no Iraque.

Para se ter uma ideia, apenas outros três países estão classificados no nível 3 de emergência, a Síria, o Sudão do Sul e a República Centro-Africana. No Iraque, a ONU estima que o caos provocado pela perseguição de jihadistas aos tidos como ‘infiéis’ forçou o deslocamento interno de 1,2 milhão de pessoas.

A declaração de emergência deve “faciliar a mobilização de recursos adicionais em bens, fundos e ativos, para assegurar uma resposta mais efetiva às necessidades humanitárias das populações afetadas”, segundo o representante especial da ONU, Nickolay Mladenov.

Deixe uma resposta