Neymar traiu o Santos ao jogar vendido para o Barcelona, diz Laor

_68270962_neymar
Google

Nesta quarta-feira, o jornalista Rodrigo Mattos, em seu blog no portal UOL, publicou documentos que provam que Neymar negociou (e recebeu) com o Barcelona meses antes da final do Mundial de Clubes de 2011 – jogo que o Barça venceu por 4 a 0 – e também que o pai do jogador iniciou as tratativas com os espanhóis antes mesmo de ter uma carta do Santos que o autorizasse a fazer isso.

De acordo com esses documentos também, um contrato assinado entre Neymar e a empresa de seu pai, a N & N, ignorou o Santos e deu os direitos de transferência para o Barcelona para a família do atleta. Dessa forma, os pais do astro ficaram com 40 milhões de euros, enquanto o Peixe recebeu apenas 17 milhões de euros.

Luis Alvaro chamou Neymar de “quinta coluna” – uma expressão usada como sinônimo de traidor.  Celso Jatene, secretário muncipal de esportes de São Paulo, bateu ainda mais forte.

– Após aquele jogo, Neymar disse que o Barcelona deu uma aula de futebol. Que moral ele tinha para falar isso com 10 milhões de euros no bolso? Se nosso grupo for eleito, nós vamos à Fifa pedir uma punição sobre isso. É como se a gente tivesse comprado o Messi antes do jogo. É antiético.

Fernando Silva, candidato a presidente do Santos, disse que nunca havia duvidado do empenho de Neymar.

– Mas depois dos documentos revelados hoje, nós temos que repensar tudo.

Deixe uma resposta