Ney Franco não é mais técnico do Goiás

https://www.instagram.com/goiasoficial/?utm_source=ig_embed

Após três rodadas sem vitória no Brasileirão, o Goiás demitiu o técnico Ney Franco. Além dele, também deixou o clube nesta quinta-feira o diretor de futebol Túlio Lustosa.

Por volta de 22h, o Goiás publicou uma nota confirmando as demissões e oficializando Harlei Menezes, ex-goleiro do clube, como novo diretor.

Ney estava em sua segunda passagem pelo Goiás. Ao todo, ele realizou 79 jogos no comando da equipe: 36 vitórias, 15 empates e 28 derrotas. Em 2018, o treinador levou o clube ao acesso na Série B. Na temporada passada, terminou a Série A na 10ª posição, com vaga na Sul-Americana.

Já Túlio Lustosa era diretor de futebol do Goiás desde novembro de 2017. Ele também participou do acesso na Série B em 2018.

Neste início de Brasileirão, o Goiás sofreu com desfalques por Covid-19. Mesmo assim fez jogos equilibrados na derrota para o Athletico-PR e no empate contra o Palmeiras, ambos fora de casa. No entanto, os 3 a 1 diante do Fortaleza, em plena Serrinha, culminaram na queda da dupla.

Opinião

Somente no futebol brasileiro um treinador é demitido com três rodadas de um torneio. E o pior, é ser dispensado após o elenco perder 18 jogadores que foram infectados com covid-19. O que essa diretoria queria? Que Ney Franco fizesse mágica em três jogos com todos esses problemas? 

Deixe uma resposta