Não consegue reagir à traição do marido? Leia às dicas de Vanessa de Oliveira

Van, eu sou casada há alguns anos e tenho filhos maravilhosos, descobri por muitas vezes que meu marido me trai, eu resolvi por um basta nisso, mas como ainda sou dependente financeiramente dele e tenho os dois filhos pequenos, estou preparando esta separação aos poucos. Estou me aperfeiçoando profissionalmente e entrei em uma academia para perder os quilos da minha última gravidez e, toda vez que lembro das traições dele e das trocas de mensagens em seu celular eu morro de raiva e corro para a academia. Você consegue imaginar como saio de lá molhada de tanto pedalar. Quero sair desta relação linda e maravilhosa, como eu entrei. Você tem algo a me dizer?

Ass: Maria Determinada

Sim, tenho algo a te dizer: MEUS PARABÉNS!!!
Sabe, quando somos traídas a primeira vez o cristal quebra-se e a mágoas surge, quando somos traídas consecutivamente tudo torna-se insustentável na relação, porque as mágoas acumulam-se.
Quando estamos com um traidor compulsivo necessitamos nos separar dele sim amiga, que é o seu caso, já houveram inúmeras vezes e pelo que eu percebo ele não está tão preocupado assim em camuflar, visto que ele usa o próprio celular para marcar encontros.
Quanto temos filhos com traidores compulsivos, mesmo assim temos de nos separar deles, mas é ótimo quando podemos planejar, porque afinal de contas, não podemos sair porta a fora no meio da noite se á duas crianças sob nossa tutela.
E é bastante importante que você consiga se manter sem ele, porque desta forma não corre-se o risco de, por uma necessidade de alimentar seus filhos, você ter de voltar para ele. Mas lembre-se, a pensão é SAGRADA, é um direito que lhe assiste e nunca abra mão disto!
Agora amiga, quando o traidor compulsivo é um psicopata, daí sim, nesse caso temos e devemos sair correndo porta a fora na mesma hora, independente de qualquer coisa, porque um traidor compulsivo e psicopata pode lhe matar.

Mas vejo que pelo fato de você não ter me relatado agressões físicas não é o teu caso.
Siga em frente, continue agindo desta forma “fria”, ao qual eu chamo de diplomacia e inteligência e corra atrás de seus objetivos de vida, entre eles ser feliz ao lado de alguém que no mínimo dos mínimos te respeite.
AMIGA, UM DIA A MAIS AO LADO DO CARA ERRADO É UM DIA A MENOS AO LADO DO CARA CERTO! Você tomou a decisão certa!

Agora vai lá, PEDALAAAA QUE É TUA MARIAAAAA!!!!

Vanessa de Oliveira – BDI

TWITTER: @vanessasexologa

“Consultório da Van”, todo domingo, às 20 horas, no BDI.

vanessaoliveira@bastidoresdainformacao.com.br 

 

Deixe uma resposta