Na despedida no Fluminense, Cristóvão nega mágoa com o Tricolor carioca

 

Reprodução
Reprodução

Após ser demitido hoje de manhã, o técnico Cristóvão Borges deu entrevista coletiva nas Laranjeiras para se despedir e nega mágoa com o Fluminense.

“Mágoa zero. Não gosto de despedida, mas fiz isso como uma prova de agradecimento pela oportunidade que me foi dada pela diretoria, pelo trabalho e convivência com todo mundo. É uma passagem importante, que me engrandeceu muito profissionalmente”, declarou.

Cristóvão foi demitido após dois tropeços seguidos no estadual, e deixar o time fora do G-4 do Campeonato Carioca. O treinador diz sair pela porta da frente e vê o Fluminense no caminho certo.

“O Fluminense encontrou o caminho e agora precisa trilhá-lo. Tudo vai exigir bastante”, prevê o técnico, que foi demitido três meses após ter estendido contrato. “Fiquei muito feliz quando renovei, porque achei que já fugia desse hábito do futebol brasileiro. E mais motivado ainda pelo processo de reformulação, que exigiria muito tempo, motivação, trabalho”, disse.

Deixe uma resposta