MP investiga se secretário de saúde que questionou vacina ‘furou fila’ para receber dose no Amapá

Foto: Prefeitura de Serra do Navio/Divulgação

O secretário de Saúde do município de Serra do Navio, a 203 quilômetros de Macapá, Randolph Antônio Pinheiro da Silva, virou alvo na quinta-feira (21) de um inquérito instaurado pelo Ministério Público (MP) do Amapá para apurar se ele usou o cargo para ser vacinado contra a Covid-19.

O secretário recebeu a dose na terça-feira (19). Pelas redes sociais, ele chegou a contestar eficiência do imunizante em outubro e em dezembro de 2020.

Em nota, o MP detalhou que a promotora Thaysa Assum de Moraes, que atua na Promotoria de Justiça de Pedra Branca do Amapari, instaurou o inquérito e determinou que, ao ser notificado, o secretário tem 48 horas para encaminhar nome, critério e qualificação de cada pessoa vacinada no município até momento.

A promotora suspeita que ele tenha infringido ordem de prioridade de vacinação. Ela ainda deve questionar se a esposa do secretário também recebeu indevidamente a imunização.

Randolph disse para à TV Globo, que toda a equipe de frente do combate à Covid-19 foi vacinada em Serra do Navio e que tomou a vacina porque se considera linha de frente. Ele também disse que vai prestar todos os esclarecimentos ao Ministério Público.

Em relação à mulher dele também ter se imunizado, Randolph explicou que ela é assistente social, pós-graduada em saúde da criança e que trabalha na prefeitura na equipe de saúde que atende pacientes com Covid-19.

Ele disse, ainda, que depois que a vacina foi aprovada pela Anvisa e de ele ter recebido recomendações médicos, mudou de opinião no que diz respeito às críticas que havia feito ao imunizante.

Deixe uma resposta