Motorista de Cristiano Araújo foi negligente, diz promotor

Cristiano Araújo e o motorista Ronaldo Miranda (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Cristiano Araújo e o motorista Ronaldo
Miranda (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O Ministério Público de Goiás recebeu o inquérito sobre o acidente que matou o cantor Cristiano Araújo, e a namorada dele, Allana Moraes, na BR-153, em Goiás. O promotor Nelson Vilela Costa, da 2ª Promotoria de Justiça de Morrinhos, disse que a denúncia contra o motorista Ronaldo Miranda que conduzia o veículo, deve ser feita no início da próxima semana.

“Ele foi imperito e negligente. Primeiro por conduzir um veículo com as rodas adulteradas, que ele tinha amplo conhecimento, já que foi ele mesmo quem levou para fazer o procedimento de troca. E segundo por dirigir em alta velocidade. O condutor tinha que estar atento ao velocímetro, ainda mais em um veículo com alta potência, e não pode alegar que se distraiu”, afirmou o promotor.

Segundo o promotor a investigação feita pela Polícia Civil reuniu elementos que comprovam que o acidente foi causado pelo excesso de velocidade e por falhas geradas em função da troca das rodas originais. Com isso, ele deve oferecer a denúncia mantendo a conclusão do inquérito, que indiciou o motorista por duplo homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. A pena prevista é de dois a quatro anos de prisão.

Deixe uma resposta