Morre o piloto Jules Bianchi, nove meses após acidente no GP do Japão de F1

456504298_1
(Foto: Getty Images)

A Família do piloto Francês Jules Bianchi, através das redes sociais anunciou o falecimento do jovem piloto de 25 anos na noite desta sexta-feira. Bianchi estava internado desde 5 de outubro de 2014, quando sofreu um acidente no Grande Prêmio de Suzuka, no Japão. Foi a primeira morte de um corredor desde o brasileiro Ayrton Senna, em 1994.

Jules morreu no Hospital Universitário de Nice, sua cidade natal, onde estava internado desde novembro. Ele ficou internado no Japão por quase dois meses e havia sido transferido para a França depois que seu quadro clínico foi estabilizado.

Confira a íntegra do comunicado da família de Bianchi, assinado pelos pais, Philip e Christine, o irmão Tom e a irmã Melanie:

“Jules lutou até o fim, como sempre, mas a sua batalha terminou. Queremos agradecer à equipe médica do Hospital Universitário de Nice, que o tratou com amor e dedicação. Também queremos agradecer à equipe do Centro Médico Geral de Mie, no Japão, que cuidou imediatamente de Jules após o acidente, bem como todos os outros médicos envolvidos na luta travada ao longo dos últimos meses.

Gostaríamos de agradecer também aos colegas de Jules, seus amigos, seus fãs e todos aqueles que demonstraram seu afeto durante este período. Eles nos deram a força para resistir nestes tempos terríveis. Ouvir e ler as inúmeras mensagens nos mostrou como Jules tinha despertado um carinho profundo em tantas pessoas ao redor do mundo.

Nós pedidos que respeitem a nossa privacidade durante este momento tão difícil, durante o qual tentaremos enfrentar a perda de Jules.”

Deixe uma resposta