Mogi vence Pinheiros, faz 3 a 1 na série, e avança no NBB

img_1901
(Foto: Cleomar Macedo)

O adversário era o temido e estrelado Pinheiros, atual vice-campeão da América, mas o Mogi das Cruzes foi contra todos os prognósticos e fez história na noite desta quinta-feira, ao bater o adversário por 86  a 68 e encerrar a série dos playoffs oitavas de final do NBB em 3 a 1, garantindo vaga para pegar o Limeira na próxima fase da competição.

– Estou muito feliz, não sei nem o que falar. Quero agradecer de coração a torcida, que de novo foi o sexto homem e fez toda a diferença para a gente. Ter o apoio de mais de 5 mil pessoas aqui não tem nem o que falar – disse Alemão.

Com a intensidade das arquibancadas parecendo transbordar para dentro de quadra, quando a bola subiu a disputa começou equilibrada e nervosa, com muito contato físico dos dois lados. Mogi e Pinheiros apostavam no jogo externo, até mesmo com os pivôs, como Alemão e Mineiro. Iguais desde os primeiros segundos, os times faziam um jogo de gato e rato no Hugo Ramos, sem ninguém deslanchar no marcador. Melhor nos detalhes e com três bolas de três pontos certeiras de Ted Simões, O Mogi fechou a primeira parcial vencendo por 22 a 20.

O time da capital começou a fazer suas trocas apenas quando restavam quatro minutos para o intervalo, e quem saiu do banco de reservas, principalmente Tavernari, melhorou o desempenho da equipe paulistana, que cortou a diferença para dois pontos. Na volta para o segundo tempo o Pinheiros parecia outra equipe. Mais equilibrados na frente, os comandados do técnico Cláudio Mortari viraram a partida nos segundos iniciais, mas os donos da casa mantinham seu volume de jogo.

Muito nervosos com o resultado adverso, os jogadores do Pinheiros sucumbiram a pressão da torcida e ao forte sistema de jogo do Mogi das Cruzes, passando a fazer diversas faltas e discutir com a arbitragem em cada lance. O técnico Cláudio Mortari também reclamava de tudo e de todos. Enquanto isso, o Mogi das Cruzes, que não tinha nada a ver com a história, confirmava sua vaga nas quartas de final da competição. Final de jogo, 86 a 68 para o Mogi.

Escalações

Mogi das Cruzes: Gustavinho, Filipin, Ted Simões. Marcus Toledo e Daniel Alemão. Entraram: Jeff Agba, Jefferson Campos, Jason Smith e Sidão.

Pinheiros: Joe Smith, Shamell, Lucas Dias, Rafael Mineiro e Bábby. Entraram: Toyloy, Jonathan Tavernari, Bambu e Humberto.

Deixe uma resposta