Mocidade levará história de Dom Quixote para Sapucaí

logo mocidade independente 2016

A escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel levará para o Anhembi neste carnaval a história de Dom Quixote. Contribuíram para a sinopse do enredo, o carnavalesco Alexandre Louzada, Edson Pereira e Andre Luis da Silva Junior.

O título do tema é “O Brasil de La Mancha: Sou Miguel, Padre Miguel. Sou Cervantes, Sou Quixote Cavaleiro, Pixote Brasileiro” com inspiração em Miguel de Cervantes.

A sinopse do enredo nos leva a supor que a intenção principal é um “clamor” à sociedade. Destaco este trecho :

“Será mais um sonho impossível?
Voar num limite improvável
Romper o inacessível implacável?
Virar esse mundo, esse jogo?
Como saber se não tentar, lutar pra vencer
e perceber se valeu delirar? “

Percebemos uma indagação. Será realmente que existe o impossível? Ou será que inércia é uma desculpa para não se tentar conquistar o objetivo?

Os autores “brincam” durante a sinopse com a palavra que dá nome à escola. Dizem em um de seus versos que só a Mocidade pode mudar algo em nosso país e no mundo. Reparem neste trecho :

“Está na Mocidade toda a esperança de dias melhores, de tempos mais justos, de seres mais humanos.”

Outro trecho importante da sinopse, e que mostra que o enredo da agremiação provavelmente terá um tom critico é este:

“Vem limpar as nódoas deste meu país gigante. Lembre sempre  da ordem da cavalaria, da meta de todo dia: acreditar  na justiça, educação, saúde e fraternidade, no  respeito à terceira idade, nos sonhos da Mocidade.”

E não para por aí.

“Não  esqueça do povo e da mazela, negue que os  acordos e esquemas são necessários ao sistema. Lute contra os fatos, os muitos ratos, os muitos jatos! Lembre que para governar a ilha, não precisas fazer parte de uma quadrilha.

No entanto, não é só de criticas que foi feito o enredo da escola. Lembranças da literatura também estarão presentes.

Enfim, o enredo da Mocidade é uma enredo muito rico e bem trabalhado. A escola pode voltar a sonhar alto no carnaval 2016.

Esta ano a escola de Padre Miguel será a penúltima a desfilar no domingo de carnaval. Ouça o samba na voz de Bruno Ribas.

Compositores: Jefinho Rodrigues, Wander Pires, Marquinho Índio, J. Medeiros, Domingos Pressão, Jonas Marques, Paulo Ferraz, Lauro Silva e Lero Pires

Intérprete – Bruno Ribas

LOUCO, APAIXONADO…
VOAR, SEM LIMITES SONHAR…
DESPERTA CERVANTES DO SONO INFINITO
QUE A LUZ DA ESTRELA VAI GUIAR
QUIXOTE CAVALEIRO DELIRANTE
AVANTE! MOINHOS VAMOS VENCER
ERRANTE, ACERTA O RUMO DA HISTÓRIA
PRAS MANCHAS DESSE QUADRO REMOVER
PINTAR NESSA TELA A NOVA AQUARELA
E HOJE ENFIM DEVOLVER
A HONRA DO NEGRO, A TAL LIBERDADE
QUE SEMPRE HAVERIA DE TER

AINDA É TEMPO, EU VOU CONTRA O VENTO
NÃO HÁ DE FALTAR BRAVURA
DE RAMOS À ROSA, MEU DOM ENCONTREI
NOS BRAÇOS DA LITERATURA!

VAI NA FÉ… MEU BOM CANGACEIRO
“SER TÃO” CONSELHEIRO REGANDO AS VEREDAS
CAMINHANDO E CANTANDO, SEGUINDO A CANÇÃO
NAS MÃOS UMA FLOR VAI CALAR OS CANHÕES
FAZ CLAREAR AS TENEBROSAS TRANSAÇÕES
LAVANDO A ALMA DA “MOCIDADE”
LANÇANDO JATOS DE FELICIDADE
VENCER MAIS UM GIGANTE NESSA HISTÓRIA SURREAL
NUMA OFEGANTE EPIDEMIA QUE SE CHAMA CARNAVAL
VEM SER MAIS UM GUERREIRO
EU SOU MIGUEL, PIXOTE ESCUDEIRO
É HORA DA ESTRELA QUE SEMPRE VAI BRILHAR!

EU HEI DE CANTAR POR TODA VIDA
MINHA MOCIDADE, ESCOLA QUERIDA
NESSA DISPUTA…
VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE À LUTA! 

Deixe uma resposta