Ministra Cármen Lúcia é a convidada de programa na CNN nesta sexta

Foto: Veja

Na próxima sexta-feira (31), às 22h30, a CNN exibe a participação da ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, no programa “O Mundo Pós-Pandemia”.

Entrevistada por Luciana Barreto, Lia Bock, Thais Herédia e pela âncora Daniela Lima, a ex-presidente do Supremo Tribunal Federal fala sobre a família, a rotina de vida durante o isolamento social e o papel da mulher no pós-pandemia.

Formada em direito pela Faculdade Mineira de Direito da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Cármen Lúcia é ministra do STF desde 2006, corte que presidiu entre 2016 e 2018. Exerceu também o cargo de ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que presidiu entre 2012 e 2013. Desde 1983, é professora titular de direito constitucional na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, além de coordenadora do Núcleo de Direito Constitucional. É especialista em direito de empresa pela Fundação Dom Cabral e mestre em direito constitucional pela Universidade Federal de Minas Gerais.

No “O Mundo Pós-Pandemia”, a ministra Cármen Lúcia analisa, ainda, os desafios do poder judiciário, fala sobre as audiências online no STF, judicialização da crise sanitária, conflitos entre poderes e diversos outros assuntos.

Em sua reflexão final, ela diz, de forma enfática, que é preciso ter coragem para enfrentar as transformações que estão por vir: “É continuar tendo esperança, atuando para que aconteça o melhor e não ficando sentado esperando. A vida está nos pedindo coragem. A transformação se impõe, ela não é mais opção”, analisou.

Sobre o futuro pós-pandemia, a ministra Cármen Lúcia fala sobre a importância de corrigir os erros cometidos até então: “O que virá pela frente, não temos muito como saber. O que nós sabemos, é que precisamos fazer algo de diferente com o que está por vir para que seja melhor, e que ainda haja tempo para a gente refazer o que estava fazendo errado”, finaliza.

“O Mundo Pós-Pandemia” vai ao ar na CNN nesta sexta-feira (31), às 22h30.

Deixe uma resposta