Mídia não reclamou da aglomeração nos protestos americanos

País com maior número de casos e óbitos, os Estados Unidos estão enfrentando uma onda de protestos violentos relacionados ao racismo neste momento. Com milhares de pessoas nas ruas, nenhum veículo de comunicação sequer citou a aglomeração que a manifestação causa.

É mais um retrato da vergonha que a mídia se tornou, que faz o que quer, noticia o que quer e da forma que quer. Quando vai meia dúzia de gato pingado defender Bolsonaro em Brasília, esses jornais todos colocam em suas capas. Agora, em um protesto como este, que de fato tem causa válida, mas o momento não, fazem vistas grossas à saúde, tão defendida por eles.

Da mesma forma que ninguém enquadrou Doria a respeito da reabertura do comércio no momento de maior crise da doença. A imprensa quer a cabeça de Bolsonaro e nele enxerga agulha no palheiro, enquanto escondem as tempestades dos demais.

Deixe uma resposta