Mesmo com pouca experiência, Patrick de Paula mostra personalidade na final do Paulistão

Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Aos 20 anos, Patrick de Paula teve a responsabilidade de decidir o Campeonato Paulista de 2020. Foi com o pé esquerdo do atleta nascido no Rio de Janeiro que o Palmeiras confirmou sua vitória nos pênaltis sobre o Corinthians e conquistou o título estadual.

Mesmo com pouca experiência, Patrick não pensou duas vezes ao se colocar à disposição da comissão técnica palmeirense nas cobranças de pênaltis.

– O Patrick de Paula disse que queria bater o quinto pênalti. Ele foi lá e bateu com propriedade – comemorou Luxemburgo.

Revelação da Taça das Favelas do Rio de Janeiro, Patrick de Paula começou a se destacar no bairro de Campo Grande, quando foi comandado por Mamaô, pai do atacante Deyverson, hoje afastado do elenco e com futuro indefinido.

– Fala, papai Mamaô. Mais uma vez está aqui um jogador que veio de Campo Grande e Santa Margarida, da sua escolinha, podendo dar uma felicidade para todos – disse o atleta durante a comemoração do seu primeiro título como atleta profissional.

Em janeiro, Patrick iniciou o Torneio de Flórida como titular, mas depois perdeu espaço na equipe. Na volta aos campeonatos, em julho, ele ganhou a confiança de Luxemburgo e foi decisivo para o Verdão no Campeonato Paulista.

Deixe uma resposta