Mata-mata também empolga

Foto: acritica.uol.com.br
Foto: acritica.uol.com.br

Meio de semana tem cara de confrontos eliminatórios, e esta semana, Copa do Brasil e confrontos brasileiros pela Copa Sulamericana dão o tom da emoção no coração dos torcedores.

No Rio de Janeiro, na estreia de Jorginho, o Vasco saiu em vantagem e venceu (mais uma vez) o Flamengo. Lembro-me de uma entrevista de Eurico Miranda, presidente cruz-maltino, indagando: “quantas vezes este ano perdemos para o Flamengo?”, e após alguns segundos de silêncio dos repórteres, concluir: então pronto!”.

Já em São Paulo, no Allianz Parque, o Palmeiras saiu em vantagem ao vencer o Cruzeiro, mas tudo continua em aberto para o jogo no Mineirão, em Belo Horizonte. Já na baixada, na Vila Belmiro, o Santos abriu a melhor vantagem ao vencer o Corinthians por dois gols de diferença, com excelente atuação de Lucas Lima (que finalmente ganhou uma chance na seleção). Há tempos percebe-se como muda a postura do Timão quando joga longe de seus domínios, um time que parece travado (já havia jogado assim contra o Avaí, na Ressacada). Sei muito bem o quanto a Vila impõe uma atmosfera diferente, que realmente é um caldeirão, mas o líder do Campeonato Brasileiro poderia se soltar um pouco mais no jogo.

Porém, da mesma forma que a Vila “ganha vida”, como será a pressão sobre o Peixe na Arena? Enorme!!! Da mesma forma que o Santos teve seu apoio, o Timão terá a Fiel torcida ao seu lado. Sabemos que a vantagem santista é grande e que a palavra “produtividade” também conta muito na hora de fazer uma análise futebolística, que apesar do Santos passar a ser o favorito à classificação às Quartas de Final, do futebol pode-se esperar tudo. Sim, é o futebol nos encantando novamente!

Envie seu e-mail para o colunista: deyvidxavier@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta