Marinho pede “pés no chão” após vitória do Santos no Equador

Foto: Staff images / CONMEBOL

Marinho foi o destaque do Santos nesta terça-feira à noite. Diante de quase 3 mil metros de altitude, o atacante sofreu pênalti e marcou o gol da vitória do Peixe por 2 a 1 sobre a LDU, em Quito, pela partida de ida das oitavas de final da Libertadores. Apesar da vantagem, o jogador pediu para o time não se empolgar com o resultado.

– Independentemente de altitude, viríamos aqui para vencer. Sabemos que a LDU é muito forte quando joga aqui, mas também sabemos do nosso potencial. Foi um grande jogo. E tivemos a felicidade de um grande trabalho. Temos de manter os pés no chão e trabalhar forte, porque lá no Brasil vai ser um jogo difícil, também – disse o atacante.

Marinho tem sido cotado para a seleção brasileira, mas ainda não foi convocado pelo técnico Tite.

– Eu já jogo numa seleção, que é o Santos. De Pelé, Neymar. Eu fico muito feliz de poder desempenhar um grande trabalho. Todo jogador almeja Seleção. Agora é descansar, manter o foco, que temos um grande jogo depois na volta. Futebol é trabalho, e vamos continuar trabalhando – completou Marinho.

Deixe uma resposta