Marinho, atacante do Santos, detona técnico Mano Menezes

Foto: Pedro Ernesto/Santos

O atacante Marinho, do Santos, detonou o técnico Mano Menezes, com quem trabalhou no Cruzeiro em 2015.

Marinho afirmou que não tem vontade nenhuma de voltar a trabalhar com Mano e disse que o treinador foi o pior que já teve em sua carreira.

– A questão é que eu tenho que respeitar o treinador jogando ou não. Por exemplo, trabalhei com o Tite no Inter e não cheguei a jogar no profissional. Fui campeão e artilheiro em competições de base, fui convocado para a seleção brasileira sub-20, mas não jogava no profissional. E o Tite era o treinador, mas é um cara que tem minha admiração, diferente do Mano Menezes. O cara não me tratou como profissional. Por mais que eu não possa jogar com ele, me tratasse com respeito. A primeira coisa que ele fez quando chegou no Cruzeiro foi falar: “Ah, você é aquele lá do ‘sabia não’, né?”. Imagina, qual o respeito que o cara trata o seu atleta? É desse jeito? Então, já caiu no meu conceito daí – disse Marinho, em entrevista ao canal Desimpedidos.

– É um cara que não tenho vontade nenhuma de trabalhar e foi o pior treinador que já peguei, não porque eu não jogava, mas pelo fato de não respeitar o atleta como merece. Eu não era nenhum medalhão no Cruzeiro quando cheguei, mas quem me levou para lá foi o Luxemburgo, treinador de Real Madrid, de Seleção… Vai falar o quê? Talvez o pior treinador que eu já peguei foi esse – detonou Marinho.

Marinho atuou em 12 partidas pelo Cruzeiro e fez apenas um gol.

Deixe uma resposta