Marília Gabriela fala sobre sua inimizade com Clodovil

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A jornalista Marília Gabriela falou sobre sua inimizade com Clodovil Hernandes, morto em 2009 após enfrentar um câncer na próstata e sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC), nos anos 80 no programa “TV Mulher”, da Globo.

“Tive problemas na época com o Clodovil. Foi terrível, uma inimizade terrível. Ele era despudorado, tentava derrubar o âncora no ar mesmo. Eu saía, dizia que não ia mais fazer o programa. Não havia esse tipo de necessidade. Eram vários egos ali”, disse Gabi.

“O Clodovil era muito cruel. Não quero incomodar os fãs do Clodovil. Ele era um cara divertido, tinha talento. Ele era um estilista sensacional, tinha o dom da palavra. Mas teria sido melhor se não fosse tão cruel. Ele era capaz de fazer crueldades imensas. Ele tinha aquela necessidade do protagonismo. Ele fazia a ‘TV Mulher’, era um dos participantes. Ele tinha 5, 10, 15 minutos e se sentia o dono do programa. E agia como tal”, finalizou.

No programa “TV Mulher” também participarão da atração Marta Suplicy, Ney Gonçalves Dias, Xênia Bier, Ala Szerman e Eduardo Mascarenhas.

Deixe uma resposta