Marcos Mion fala sobre racismo sofrido por Sabrina

Foto: Reprodução

O apresentador Marcos Mion falou no início da edição dessa quarta-feira (6) sobre o caso de racismo que aconteceu na terça-feira no reality quando um câmera chamou a participante Sabrina de “macaca”.

Após esse episódio lamentável, a Record anunciou a demissão do câmera e ainda deu todos os detalhes para caso a Sabrina queria processa-lo.

“Boa noite, senhoras e senhores. Antes da gente começar, eu quero falar sobre uma coisa muito triste que aconteceu na noite de ontem. Durante o programa ao vivo, um operador de camera, posicionado atrás dos espelhos da sala, fez um comentário racista sobre a Sabrina. Assim que o programa acabou, a produção identificou esse câmera. Ele foi repreendido e afastado na mesma hora. A RecordTV repudia essa atitude e qualquer tipo de preconceito. Como foi uma ofensa racial, a Sabrina tem o direito de processar essa pessoa se ela quiser e quando ela quiser. Tanto a RecordTV como a Teleimage lamentam todo o ocorrido e não admitem que esse tipo de atitude aconteça em suas produções. A Sabrina e todos os peões foram informados sobre as atitudes que foram tomadas. E a gente lamenta a todos que se sentiram ofendidos com essa atitude absurda desse agora ex-membro da equipe. Lembrando sempre que no Brasil, racismo é crime”.

Deixe uma resposta