Mancini admite que usou tabu como motivação para vencer o São Paulo

Foto: Marcos Ribolli

O Corinthians venceu o São Paulo, atual líder do Brasileirão, por 1×0 em mais uma partida em que não entrou como favorito, mas conseguiu o resultado jogando melhor do que o adversário, assim como no duelo contra o Internacional.

Neste domingo, a vitória ampliou um tabu que é incômodo para o torcedor do São Paulo. Agora, são 13 clássicos majestosos em Itaquera, com dez vitórias, três empates. Histórico que foi usado como fator de motivação para os jogadores.

– Foi usado sim o tabu, o fato de não ter perdido, porque acho que é parte do jogo incentivar, fazer com que eles se superem, para que isso se torne rotina. Enquanto estivermos aqui, queremos vencer todos os adversários, especialmente um rival – disse Mancini.

A vitória levou o Corinthians para 33 pontos, ocupando a nona posição. O Timão não sofre gols há quatro partidas. E interrompeu uma sequência invicta de 17 jogos do São Paulo no Brasileirão.

– É a segunda vez que o Corinthians joga em casa contra o líder e consegue vencer, ainda quebrou uma invencibilidade, então isso é requisito para fortalecer o que vem sendo feito, é o quarto jogo que não toma gol, então você vê uma equipe organizada, que não toma gols, o jogo do Corinthians tem que ser esse. Sabemos que o patamar tem que ser outro. Essa vitória nos dá a possibilidade de sonhar um pouco mais no campeonato, estamos distantes do grupo da frente, mas vamos buscar jogo a jogo nos afastarmos do que nos incomoda e seguir sonhando – destacou.

Deixe uma resposta