Manchas que iluminam mar em Hong Kong podem ser tóxicas

(Foto: AP Photo/Kin Cheung)
(Foto: AP Photo/Kin Cheung)

Não se engane pela beleza da imagem. As manchas fluorescentes que apareceram na costa de Hong Kong, apesar de fascinarem, é um fenômeno preocupante e potencialmente tóxico, de acordo com biólogos marinhos.

O brilho indica uma proliferação de um organismo unicelular chamado Noctiluca scintillans e o fenômeno é apelidado de “mar brilhante”. A Noctiluca scintillans parece uma alga, no entanoto, tecnicamente, pode funcionar como animal ou como planta.

A oceanógrafa da Universidade da Georgia, Samantha Joye, que mostrou fotos da água iluminada à Associated Press, afirma que a proliferação acontece por uma poluição agrícola e pode ser devastadora para a vida marinha e pesca local.

Deixe uma resposta