Maksoud usa estratégia errada para recuperação

Foot: Reprodução
Foot: Reprodução

O Hotel Maksoud, sob comando de Maksoud Neto, está tentando mudar a imagem mas está usando estratégia errada.

A mídia mostra nesta semana que Maksoud Neto fez um acordo com um empresário de entretenimento que vai criar uma boate na cobertura do hotel.

O empresário Facundo Guerra é especialista em entretenimento sim mas nada que possa ser coerente com o hotel e com seus hóspedes.

Quando na época da sua inauguração o Maksoud tinha a maior área de entretenimento da cidade, com restaurantes magníficos e bares com piano e boate de primeira linha, tudo tinha a ver com os hóspedes do hotel.

Vamos entender que em 80 a segurança era outra e as pessoas saiam mais à noite.

Não vamos esquecer que na época o hotel era tocado pelo Henry Maksoud e seu filho Roberto.

E que Roberto tinha verdadeiras aulas de glamour e do que fazer no hotel com seu amigo José Vitor Oliva, dono do Galery, que era a maior boate elegante da cidade.

José Vitor Oliva é a pessoa que mais entende de eventos e entretenimento na cidade e deu verdadeiras aulas pra Roberto Maksoud que era seu amigo quando os dois se reuniam pra beber no hotel.

Mas Henry Neto está longe de qualquer coisa parecida ao colocar na cobertura do hotel uma boate que nada tem a ver com o perfil do hóspede do hotel.

Henry Neto também vai reativar o teatro com apresentações de filmes antigos.

Todos os filmes que vão ser passados ali a gente vê em casa com toda tranquilidade.

A maioria deles vê até na web que já existem em versão integral.

Infelizmente Henry vai fazer o que nada tem a ver com o hotel, que continua com uma área de recepção acanhada e sem glamour, com um restaurante dito de luxo mas sem ninguém ali pra consumir e com baixa ocupação de hóspedes.

O dono do hotel deveria se preocupar mais com seu público hóspede e com as maneiras adequadas de se ter estes hóspedes.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta