Leven diz que Vasco terá crédito de R$ 5 bilhões para investir

Foto: Divulgação

Depois da eleição suspensa no último sábado (7), o candidato Leven Siano concedeu entrevista coletiva, nesta segunda-feira (9) para falar sobre a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dar mais detalhes de seu projeto para o Vasco.

Ele revelou que conseguiu três linhas de crédito para investimento do clube. A soma chegaria a R$ 5 bilhões.

“Abrimos três linhas de crédito para o Vasco: uma de 200 milhões de euros, outra de 212 milhões de euros e outra de 400 milhões de euros. Eu poderia ter usado isso politicamente como campanha e preferi apresentar para o vascaíno esse projeto que dei para todos”, comunicou.

“Nós encontramos os recursos para fazer o Vasco voltar a ser o maior clube de futebol da América do Sul. Nós teremos capacidade de pagar as nossas dívidas, fazer um time forte muito melhor do que o Flamengo para o ano que vem”, avaliou.

O candidato defendeu que é o presidente legítimo após a votação e bateu na tecla dizendo que a decisão do STJ não é válida.

“Estão querendo enfiar goela abaixo do Vasco uma intervenção judicial externa política, sem respaldo na lei e na constituição federal”, disse.

“Existem desembargadores e juízes operando politicamente em favor desse grupo (Sempre Vasco) que quer tomar o poder do Vasco na marra sem ter absolutamente nada a entregar para o vascaíno”, completou.

O representante da chapa Somamos ainda ressaltou que, em caso de uma nova eleição ser convocada, o mesmo irá retirar sua candidatura e se aposentar da política no clube.

“Como para mim a eleição está encerrada, porque eu me recuso a participar de qualquer outra eleição, se o resultado for de outra eleição o vascaíno terá um outro presidente que não sou eu. Me aposento nesse momento da política do Vasco”, afirmou.

“Não vou me submeter a outro sufrágio, não por mim, nem muito menos por medo de perder porque tenho certeza de que ganharia de goleada novamente”.

Deixe uma resposta