Lenda do Padre Aprisionado no Túnel de São Bento

Reza a lenda que existe um túnel subterrâneo que liga a cidade de São Bento do Sul, em Santa Catarina, até um seminário em Rio Negro no Paraná. Além disto, conforme boatos, este túnel também liga o museu de São Bento até as casas de esquina, sem falar que dizem que existe um caldeirão de ouro escondido neste subterrâneo. Porém há muitos causos interessantes sobre isto.

Foto: Marcelo Hubel

Anos atrás existia, na cidade de São Bento, um menino chamado Zé que ficou muito doente. Então sua mãe prometeu na igreja que se esta criança sarasse, ela seria enviada para o seminário em Rio Negro. O garoto sarou, mas quando chegou à adolescência passou a namorar Lili, sua colega de escola. Mesmo assim Zé não perdeu sua religiosidade, inclusive gostava de cantar músicas sacras na época natalina. Porém quando este jovem terminou o segundo grau foi enviado ao seminário de Rio Negro. Mas os pais de Lili descobriram que ela estava grávida e por isto foram conversar com a mãe do seminarista que proibiu o casamento. O pai da adolescente para se vingar entrou, às escondidas, no seminário. Assim dopou Zé e trancou o pobre no túnel subterrâneo. Porém reza a lenda que a pessoa que fica mais de sete dias naquele subterrâneo se torna imortal e é condenada a arrastar o baú com moedas de ouro. Dizem que, na época de Natal, é possível escutar uma voz, de dentro da terra cantando as seguintes músicas: Aleluia, Ave-Maria e Noite Feliz. Porém é possível escutar o barulho de alguém arrastando moedas, embaixo da cidade, todas as noites de Lua Cheia. Algumas pessoas falam que a criatura que libertar o padre do subterrâneo ganhará, como prêmio, o caldeirão com moedas de ouro.

Luciana do Rocio Mallon / @lucianadorocio

“Lendas do Universo”, toda sexta-feira, às 20 horas, no BDI.

O livro da autora 

Mande seu e-mail para Luciana : lucianadorocio@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta