Lenda da Origem do Saci-Pererê

lendas do universo

O Saci-Pererê é uma figura mitológica do folclore brasileiro. Porém, não se sabe, exatamente, como surgiu a figura dele. Pois, em diversos relatos, há vestígios das seguintes culturas: africana, europeia e indígena.

No século dezenove, no período da escravidão, havia um menino negro, caolho e muito sapeca chamado Toinho, que fazia travessuras como: trançar as crinas dos cavalos nas noites escuras, roubar doces da cozinha na casa grande, afanar fumo para seu cachimbo, etc.

Saci Perere

Um certo dia, Toinho resolveu roubar um doce da copa, na casa grande. Quando, de repente, o capataz flagrou o pobre, que saiu correndo. Mas o homem correu atrás do garoto, alcançou o desgraçado, que começou a provocar o capataz. Então, o homem ficou com raiva e cortou uma das pernas do menino, que morreu, no meio da floresta.
Porém, um pajé avistou o corpo do garoto e fez uma magia para ressuscita-lo. Assim Toinho voltou a vida e começou a saltitar com uma perna só. O pajé levou o novo amigo para a tribo e os índios começaram a exclamar:
– Saci Pererê!
– Saci Pererê !
Pois Saci significa olho doente que se mexe sem parar e Pererê quer dizer saltitante, tudo isto, em tupi-guarani.
Porém este moleque passou a visitar as fazendas, executando roubos e travessuras. Um certo dia, ele roubou uma toca vermelha de dormir e um cachimbo, de um senhor, e adotou os objetos como partes de sua vestimentas.
Assim surgiu a lenda do Saci-Pererê.

Luciana do Rocio Mallon / @lucianadorocio

“Lendas do Universo”, toda sexta-feira, às 20 horas, no BDI.

O livro da autora 

Mande seu e-mail para Luciana : lucianadorocio@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta