Klopp apoia Salah depois de egípcio contrair covid após ir a casamento

Foto: Divulgação

O técnico do Liverpool, o alemão Juergen Klopp, se recusou a culpar o atacante Mohamed Salah após o egípcio contrair o novo coronavírus (covid-19) depois de participar do casamento de seu irmão no Egito, embora o treinador alemão tenha dito que pessoalmente evitaria eventos sociais.

Vídeos de Salah dançando sem máscara e sem fazer o distanciamento social foram divulgados e, mais tarde, o jogador de 28 anos testou positivo para o novo coronavírus antes da partida, na última semana, entre a seleção do Egito e de Togo pelas eliminatórias para a Copa das Nações Africanas.

Salah, que divide a artilharia do Campeonato Inglês com oito gols nesta temporada, testou positivo na última quarta-feira (18) e deve ficar fora do duelo do próximo domingo (22) contra o Leicester City.

“Ele está voando de volta hoje. Estou em contato próximo com ele. Quando você tem um teste positivo, o processo começa. Ele não teve sintomas. Nada a dizer em público sobre esta situação”, disse Klopp a jornalistas.

“Estava na Alemanha no verão e um amigo fez uma festa de aniversário para mim, e decidi não ir. Era permitido. Em outros países há uma pressão social maior e o casamento de um irmão é uma ocasião especial. Meus jogadores são incrivelmente disciplinados”, declarou.

Atual campeão inglês, o Liverpool enfrenta uma crise com lesões antes do duelo contra o Leicester, que lidera o campeonato. Os defensores Van Djik e Joe Gomez devem desfalcar a equipe pelo resto da temporada após passarem por cirurgias no joelho.

O lateral Alexander-Arnold, que se machucou no empate em 1 a 1 com o Manchester City neste mês, e o capitão Jordan Henderson, lesionado enquanto estava na seleção da Inglaterra, também estão fora da partida de domingo. Mas Klopp alertou seus jogadores a não sentirem pena de si mesmos.

“Não há uma temporada em que você não tenha problemas com lesões. É sempre o mesmo, é um pouco diferente com vários jogadores da mesma posição se machucando e se machucando com gravidade, o que torna complicado”, declarou.

“Ninguém aqui sente pena de nós mesmos, esta é a situação. No momento isto te atinge, mas no seguinte você está no processo da solução”, concluiu.

Klopp confirmou que os meio-campistas Fabinho e Thiago Alcântara estão próximos de retornarem à equipe após se recuperarem de suas lesões.

Agência Brasil

Deixe uma resposta