Justin Bieber é acusado de estupro e abuso sexual; cantor nega

Foto: Divulgação

Dois perfis no Twitter denunciaram uma agressão sexual e estupro do cantor Justin Bieber na madrugada deste domingo (21).

Danielle, alega que os fatos ocorreram durante o SXWS Festival, em 2014.

“Justin me fez concordar em não dizer nada a ninguém, ou eu poderia ter sérios problemas legais”, escreveu.

Depois surgiu outra história, de 2015.

“Eu fui até o banheiro e ele me seguiu e trancou a porta”, escreveu.

“Eu perguntei o que estava acontecendo e por que ele havia trancado a porta e ele respondeu que ia me dizer.”

“O medo de ser chamada de desgraça pela minha família e de ser desonrada, me fez repensar [em denunciar]. Eu fui para a reabilitação para tratamento mental com medo de me matar, porque eu tentei”.

Bieber nega

Bieber usou o Twitter para negar acusações feita por Danielle.

“Rumores são rumores, mas abuso sexual é algo é algo que levo a sério. Eu queria falar imediatamente, mas por respeito a tantas vítimas que lidam com essas questões diariamente, eu queria ter certeza de reunir os fatos antes de fazer qualquer declaração”, disse Bieber.

“Normalmente não falo sobre coisas, pois lidei com acusações aleatórias durante toda a minha carreira, mas depois de conversar com minha esposa e equipe, decidi falar sobre um assunto hoje à noite”, explicou ele.

“Nas últimas 24 horas, apareceu um novo Twitter que contava uma história minha envolvida com abuso sexual em 9 de março de 2014 em Austin, Texas, no hotel Four Seasons. Eu quero ser claro. Não há verdade nesta história. De fato, como mostrarei em breve, nunca estive presente naquele local”, afirmou o cantor.

“Como a história dela conta, surpreendi uma multidão em Austin no Sxsw, onde apareci no palco com o meu assistente na época e cantei algumas músicas. O que essa pessoa não sabia era que eu participei daquele show com minha então namorada Selena Gomez”, disse Bieber.

Deixe uma resposta