Justiça nega pedido de urgência de Éverson em ação contra o Santos

Foto: Richard Callis/Fotoarena

O Santos tem 15 dias para apresentar a sua defesa no “Caso Éverson”. A princípio, o jogador pedida urgência no julgamento da ação, o que foi negado pelo juiz responsável pelo caso. A audiência do caso, portanto, ficou marcada para o dia 24 de agosto.

No último domingo, o goleiro solicitou na Justiça do Trabalho a rescisão unilateral do seu contrato, alegando pendências financeiras que totalizam cerca de R$ 7 milhões.

De acordo com o magistrado, o prazo para realização da sessão não trará prejuízos ao jogador.

Enquanto isso, Éverson é alvo do Atlético-MG, que monitora a situação do atleta.

Deixe uma resposta