Justiça condena ex-presidente do Santos a indenizar pai de Neymar

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O ex-presidente do Santos, Luis Álvaro Ribeiro, foi condenado pelas ofensas ao pai do atacante Neymar, Neymar da Silva Santos. A decisão foi anunciada, pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Laor terá que indenizar a família do atleta, “por danos morais por ofensa à dignidade e imagem” em R$ 20 mil.

Em seu último ano de mandato no Santos, Laor deu várias entrevistas atacando o pai de Neymar. O Laor chamou o pai do jogador de “mercenário, mau caráter e mentiroso”, além de afirmar que o mesmo promoveu uma “orgia”.

Em defesa, Laor alegava que os comentários feitos na imprensa não passavam de “manifestações de livre expressão”. “Nenhum cidadão deve ter a reputação profissional publicamente questionada, sem consistente fundamentação”, disse a desembargadora Marcia Regina Dalla Déa Barone.

“Não se nega que quem pratica atividade de empresário de um dos maiores atletas futebolístico da atualidade expõe muito mais seus atributos e deve tolerar manifestação de opiniões contrárias e diversas daquelas esperadas, mas é certo que não se pode permitir a imputação de qualificativos desabonadores, que extrapolam a mera crítica profissional, descambando para o terreno do ataque pessoal”, finalizou.

Deixe uma resposta