Joaquim Barbosa erra ao deixar o caso do mensalão

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O ministro Joaquim Barbosa que se tornou mundialmente conhecido por condenar e colocar na cadeia políticos intocáveis do governo Lula, cometeu um erro bobo esta semana ao deixar de vez o caso mensalão do qual era relator.

Joaquim deixou a relatoria acusando advogados dos réus de jogarem pesado contra ele.

Uai, o advogado de defesa de um réu, se for competente, vai fazer tudo que estiver ao seu alcance pra livrar o réu da cadeia.

Isto é o princípio do Direito que todo bom advogado conhece quando atua na área criminal.

Dá a entender que Joaquim estaria saindo fora do processo pelo jogo pesado dos advogados, coisa que não é verdade.

Os motivos são outros e muito mais pesados ainda.

Esta atitude de Joaquim Barbosa apenas demonstra que ele não estava preparado para o poder e para exercer o mais importante cargo do Judiciário brasileiro.

Por vezes seu destempero foi demonstrado em pleno julgamento do mensalão, onde ele duelava de maneira agressiva contra seus companheiros de toga.

Alguns vão dizer que o novo grupo de ministros que atua no STF é mais ameno no que tange a pena proferida contra os políticos condenados.

Então eu me lembro de novo que no tempo de FHC, o Procurador Geral da República Geraldo Brindeiro por 8 anos jamais aceitou nenhuma denúncia contra quem quer que seja, inclusive no caso da suposta compra de votos de congressistas pra reeleição de presidente.

Na política a moeda tem mais do que dois lados.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta