Jô admite que precisa treinar mais cobranças de pênalti

(Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O atacante Jô marcou o gol da vitória do Corinthians sobre o Botafogo na Arena Corinthians. Antes de marcar o gol da vitória, o camisa 7 perdeu um pênalti. Foi o terceiro erro do centroavante na marca da cal em cinco cobranças no ano. E chama a atenção o fato do jogador ter batido todas no mesmo lugar: canto esquerdo do goleiro, rasteiro.

“Eu escolhi bater. Tenho que treinar um pouco mais, mas fico feliz que acabei fazendo o gol para ajudar nossa equipe”, comentou Jô.

“Já tenho 30 anos. Não vou me abalar por um pênalti perdido. Não foi o primeiro e não será o último”, completou.

Jadson sempre foi o batedor do Corinthians, desde sua primeira passagem pelo clube. O camisa 10, inclusive, marcou cobrou e marcou um gol de pênalti no último clássico contra o São Paulo. Após o jogo, o meia avisou que não vê problema em dividir a responsabilidade.

“O Jô chegou e pediu para bater. Eu falei ‘tudo bem’. É tudo na questão de conversa. O mais importante é que depois ele nos ajudou com um gol e somamos mais três pontos”, disse o camisa 10 do Timão.

“Tivemos muitas dificuldades. A equipe deles veio com uma postura tática defensiva. Nós tivemos maturidades, trabalhamos a bola, criamos várias chances e a bola acabou entrando. O importante é seguir embalado. Temos de continuar com os pés no chão”, avisou.

Deixe uma resposta