Israel e Emirados Árabes chegam a acordo de paz em momento histórico

Foto: EBC

Com o acordo de paz histórico anunciado nesta quinta-feira (13), Israel e Emirados Árabes Unidos declaram que normalizarão suas relações totalmente, com troca de embaixadores, voos comerciais e investimentos mútuos entre os dois países. Israel possui relações diplomáticas completas com o Egito e a Jordânia. Alguns países se aproximaram de Israel como os Emirados, Kuwait, Marrocos, Barein, Arábia Saudita e outros nos últimos anos devido ao desenvolvimento tecnológico de Israel e a ameaça Iraniana na região.  

“Com esse acordo, os Emirados Árabes serão o terceiro país do mundo árabe a normalizar suas relações com Israel”, afirma André Lajst, diretor executivo da StandWthUS Brasil, uma organização internacional de educação sobre Israel sem fins lucrativos que busca a paz através da educação. “Este é um avanço histórico para a região, baseado em anos de laços aquecedores entre Israel e os Emirados Árabes Unidos. Estamos ansiosos para as próximas negociações sobre os detalhes deste acordo de paz. As tendências que vimos em nosso trabalho educacional no mundo árabe nos dão esperança para o futuro do Oriente Médio” ele afirma. 

Histórico 

Desde sua fundação, Israel não possuía quaisquer relações diplomáticas com o mundo árabe devido ao conflito árabe Israelense que se estendeu até o fim da década de 70. Em 1979, Israel e Egito assinaram um acordo de paz histórico, sendo o Egito o primeiro país árabe a reconhecer Israel. Em troca, Israel se retirou da península do Sinai. Nesta época as negociações funcionavam com a equação terras conquistadas em troca de paz. 

Em 1993, Israel assinou um acordo de paz com a OLP, Organização para a Libertação da Palestina, encerrando assim décadas de conflito com a organização de Yasser Arafat. O Acordo possibilitou a criação da Autoridade Nacional Palestina, o governo interino palestino que é responsável pela administração civil da população palestina na Cisjordânia e na Faixa de Gaza. Já em 1995 a Jordânia reconheceu Israel e acordos de paz entre os dois países que também já haviam enfrentado guerras foram assinados no golfo de Aqaba, na Jordânia. 

 Desde então, Israel vem se desenvolvendo tecnologicamente e desenvolvendo relações extraoficiais com países árabes moderados que são antagônicos à influência do Irã na região. A paz com os Emirados Árabes trará grandes investimentos aos dois países que possuem um alto investimento em empresas de tecnologia. 

Atualmente Israel possui relações próximas, porém não oficiais com Oman, Arábia Saudita, Barein e outros países árabes moderados. 

Deixe uma resposta