Humor “escrachado” não tem mais graça

CONTROLE3

Parece que o humor “escrachado” perdeu a graça para os telespectadores brasileiros. Percebo isso, analisando um único programa, o “Pânico da Band”. O humorístico que já foi recorde de audiência em seu antigo canal, Rede TV!,  e já marcou bons números na Band, hoje, vivencia uma situação bem diferente e, a atração de domingo não consegue mais o antigo destaque. 

Com quadros desinteressantes, que, na maioria das vezes, envolvem seu elenco em diversas situações “ridículas”, a audiência só tem caído, e toda aquela graça que um dia já tiveram, simplesmente, acabou. Digo isso, não só pelos números do Ibope, mas, também, por toda a repercussão do programa da Band. Não vejo mais ninguém na rua, ônibus ou em corredores de escolas comentando sobre os seus quadros. 

Por outro lado, vemos programas humorísticos que adotam um “humor suave” se saindo super bem. Um dos exemplos mais recentes, é a nova geração da “Escolinha do Professor Raimundo” do Canal Viva e TV Globo, que tem piadas muito bem escritas, um elenco que está interpretando os papéis de um jeito bem satisfatório. A escolinha além de ter uma ótima audiência, está muito bem comentada pela maioria. Estão aí, a audiência e a repercussão que o humorístico da Band não consegue mais.  

17722258
Nova geração da “Escolinha do Professor Raimundo” tem feito um grande sucesso com seu humor suave.

Também posso destacar mais programas que  ganham destaques com esse tal de “humor suave”; eles são: “Vai que Cola”, do MultiShow e “Encrenca”, da Rede TV!; claro que existem outros, mas, destaco estes, pela grande repercussão e a grande quantidade fãs que vêm adquirindo. 

Humor sem enjoo

Mesmo sendo taxado como sem graça, o tradicional e único programa de humor do SBT, “A Praça é Nossa”, ainda é um sucesso. A atração comandada por Carlos Alberto de Nóbrega garante uma ótima audiência para o canal de Silvio Santos, com um formato bem antigo e personagens que podem ser considerados bem clichês.  

Mudança 

A produção do “Pânico”, se quiser manter o programa no ar, precisa fazer uma mudança radical em toda estrutura do humorístico. Pois, já deu para notar que, hoje, o humor tradicional tornou-se, novamente, o humor atual!

sobe1

O “The Voice Kids” foi uma ótima sacada da Globo. O programa está incrível, e conquista mais fãs a cada dia. A audiência da emissora cresceu em todas as praças, e já se falam nos bastidores, em uma segunda temporada. 

DESCE

Nesse sábado (09), o “Caldeirão do Huck” apresentou um quadro com os atores Leandro Hassum e Bruno Gissoni, para promover o filme “Até que a Sorte no Separe 3”. O quadro foi acusado de plágio do programa “The Noite” do SBT, pelos internautas, devido às semelhanças com o quadro “O Mestre Mandou”, do programa do SBT. Que feio!

“Controle na Mão”, toda segunda-feira, às 20h, no BDI.

Mande seu e-mail para o colunista: charlesdouglas@bastidoresdainformacao.com.br

Veja mais publicações do Charles. Acesse o seu blog: www.dropsdocharles.com

Deixe uma resposta