Guto fala em tranquilidade após vitória do Inter diante do Figueirense pela segundona

(Foto: Ricardo Duarte/ SCI)

A vitória contra o Figueirense por 2 a 1, no Estádio Orlando Scarpelli, fez o Internacional subir para a quinta posição na tabela da segundona. O resultado positivo com time misto do Colorado deve dar ao técnico Guto Ferreira mais tranquilidade para treinar com o grupo.

Após a partida, o treinador ressaltou que o êxito fora de casa é fruto de uma trabalho que vem antes dele assumir.

“A medida que você faz vitórias como esta, você eleva a autoestima do grupo e do clube, pois utiliza jogadores que não atuavam regularmente e faz todos serem importantes. Mas eu não parto do zero, antes disso, teve o trabalho do técnico Antônio Carlos Zago, muito bom. Se não tivesse a qualidade do trabalho dele, a gente também não conseguiria desenvolver. Então tudo é uma somatória. Ninguém faz nada sozinho”, destacou Guto.

Guto fez questão de analisar que o time precisa trabalhar com o coletivo e não apenas no individual.

“O importante não é o eu, é o nós. Não é o jogador em si, é o Inter. O time é que tem que ser forte e para isso acontecer a gente precisa criar uma situação de utilizar da melhor maneira possível todos. E quando o Inter estiver forte, independente de a ou b, aí está tudo certo”, avaliou o comandante.

O vice-presidente de futebol do Internacional, Roberto Melo, também falou à imprensa após o jogo e salientou a importância de ter um grupo forte para a disputa de um torneio longo como a Série B.

“Não vai ser apenas com 11 jogadores que nós vamos fazer uma grande campanha, vai ser com um grupo inteiro que a gente vai em frente no campeonato”, disse Melo. O dirigente espera que a vitória desta terça-feira seja um divisor de águas para o Internacional na Segunda Divisão. “A gente espera sempre melhorar. Sempre foi difícil jogar aqui contra o Figueirense e a gente espera com a chegada da nova comissão técnica as coisas tende a melhorar”, ressaltou.

Deixe uma resposta