Grêmio dará folga a jogadores e deve definir vaga na Libertadores com reservas

Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A goleada por 6 a 1 sobre o Ayacucho, na noite desta quarta-feira, encaminhou a vaga à terceira fase da Pré-Libertadores, e o Grêmio deve dar folga para parte do grupo de jogadores nos próximos dias. Assim, a partida de volta na próxima terça, em Quito, no Equador, deve ter escalação reserva.

O técnico Renato Gaúcho afirmou que a situação deve ser definida nesta quinta. Alguns atletas serão liberados para um período entre sete e 10 dias de descanso por conta da temporada desgastante.

Parte do elenco será liberados após o jogo de sábado, contra o Esportivo, na Montanha dos Vinhedos, pelo Gauchão. Portanto, o Grêmio deve ter uma equipe reserva no jogo em Quito, na próxima terça-feira, contra o Ayacucho, na volta da segunda fase da Libertadores.

“Temos partida importante no sábado e aí sim vamos pensar em uma folga para muitos jogadores. Senão, daqui a pouco teremos lesões e perdemos por 30, 40 dias. Pensamos e chegamos a essa conclusão, que merecem uma folga”, disse Renato Gaúcho.

“Jogadores são humanos, fica praticamente impossível, muitos clubes deram folga. Mas no momento que vira dois anos, se não der agora, que é nosso objetivo, depois não tem mais tempo. Descansar um pouco a cabeça de todo mundo. Foi um ano estressante”, completou afirmou.

Caso confirme a vantagem, o time gaúcho encara o vencedor de Independiente del Valle-EQU ou Unión Española-CHI. A equipe do Chile venceu por 1 a 0 a primeira partida em casa.

Deixe uma resposta