Globo demite cinegrafista após ele ser acusado de assédio por duas produtoras

Foto: Divulgação

A TV Globo demitiu na última sexta-feira (16) o cinegrafista Mikael Fox após ele ser acusado de assédio por duas produtoras. O cinegrafista trabalhava desde 2006 na emissora carioca.

O funcionário estava no Japão para a cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. O assédio aconteceu após uma festa com 12 profissionais da TV Globo em um hotel.

As duas funcionárias levaram o caso para os chefe e o caso foi repassado para a direção de Esporte, que determinou o retorno do funcionário imediatamente.

A Globo não comentou o caso especificamente, mas confirmou a demissão.

“Por decisão da Globo, que não foi tomada por nenhum profissional do time que está em Tóquio, o repórter cinematográfico Mikael Fox não faz mais parte do time de Esporte da empresa”, diz o comunicado.

Deixe uma resposta