Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso são criticados por foto com filho no hospital

Foto: Divulgação

Após postar uma foto do nascimento de Zyan, Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso acabaram no centro de uma polêmica que gerou revolta de mães. Mulheres que deram à luz na mesma maternidade, no hospital do Grupo Perinatal, no Rio de Janeiro, criticaram o tratamento diferenciado recebido por Giovanna, que levou uma fotógrafa para registrar o parto – prática proibida devido ao risco de contaminação por coronavírus.

“Absurdo! Eu liguei dias antes do meu parto, para me certificar se já estava liberado, e a reposta que tive foi: não, devido à pandemia! Expliquei que seria minha irmã fotógrafa, que mora comigo, iria fazer as fotos e mesmo assim não liberaram. Meu marido, o acompanhante, que teve fazer as fotos no calor da emoção. E agora isso? Desrespeito!”, escreveu uma seguidora no perfil do hospital no Instagram.

“Absurdo total, tive meu filho aí no mês passado e não pude ter fotógrafo. Vocês não têm o menor respeito pelos clientes. A indignação é total. Irei procurar meus direitos”, criticou outra mulher.

O Grupo Perinatal se posicionou em nota, alegando que “um gestor de uma das unidades abriu uma exceção e autorizou a entrada de um fotógrafo que apresentou teste negativo para covid-19, o que está em desacordo com o nosso protocolo”.

Quando Giovanna compartilhou a foto em suas redes sociais, creditou as imagens à fotógrafa Daniela Justus. No entanto, pouco tempo depois, ela retirou a marcação. O casal ainda não havia se pronunciado sobre o assunto.

Zyan nasceu na noite de quarta-feira (8), às 23h25min, e é o terceiro filho de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso. Eles já são pais de Titi, de sete anos, e de Bless, de cinco.

O bebê nasceu de parto normal, pesando 2,9 quilos e com 48 centímetros de comprimento.

Deixe uma resposta