Galvão Bueno desabafa após segunda condenação de Robinho por estupro

Foto: Divulgação

Galvão Bueno voltou a comentar sobre as acusações sofridas por Robinho. Após a condenação em segunda instância do jogador a nove anos de prisão por estupro coletivo, o narrador cobrou punições duras a este tipo de crime.

“Não há o que se discutir, estupro é inadmissível. Não pode existir e deve ser combatido de todas as formas, das formas mais duras possíveis e imagináveis. É isso”, disse Galvão no Seleção SporTV.

Os advogados de Robinho e Falco (amigo de Robinho que também foi condenado) vão recorrer à Corte de Cassação, tribunal no sistema judiciário do país equivalente ao Supremo Tribunal Federal no Brasil. Só após o processo tramitar nessa terceira instância um acusado pode ser considerado culpado por algum crime.

Deixe uma resposta