“Foi uma experiência maravilhosa trabalhar com o Clodovil”, revela Christina Rocha no Programa Raul Gil deste sábado

casos de familia - christina rocha

Raul Gil abre o programa deste sábado, 18 de julho, às 14h15, com o musical de Zeca Pagodinho cantando “Ser Humano”, “Verdade” e “A Monalisa”. No quadro “Elas Querem Saber”, Thammy Miranda, Val Marchiori, Ciça Camargo e Sheila Mello recebem Christina Rocha. A apresentadora começou a carreira como modelo e estourou com o programa “Alô Christina”.

Confira as melhores frases do quadro:

“Eu vim aqui para apartar a briga” (Christina brinca com as meninas do quadro)

“Eu não permito que homem bata em mulher” (sobre o episódio que expulsou um participante do palco)

“Eles dão uma lição de vida na gente. De um limão eles fazem uma limonada” (sobre o que aprende com as pessoas que vão ao seu programa)

“As classes menos privilegiadas são maioria no Brasil”

“Classe rica também apronta barraco”

“O Casos de Família não é para solucionar, é para mostrar a realidade das pessoas que vão lá. Quem dera se a gente tivesse o poder de solucionar os casos”

“Eu sou povão, sou SBT. Nasci aqui e vou morrer aqui” (sobre trabalhar no SBT desde o começo da carreira)

“Tenho uma personalidade forte. Não sou brava, sou justa. Sou da paz, adoro bicho, cavalo” (se é brava dentro de casa)

“Sou uma coroa gostosa” (sobre se cuidar)

“O negócio é envelhecer com alegria, com saúde, cuidando do corpo”

“Foi uma experiência maravilhosa trabalhar com o Clodovil” (sobre a época que trabalhou com Clodovil)

“Nunca tive desavença com ninguém na tevê, sempre me dei bem com todos. Nunca precisei sair com ninguém para conseguir as coisas”

“Se um dia meu coração adormecer, prefiro morrer” (se já acostumou em ver tantos casos difíceis no programa)

“A beleza abre portas , mas não é tudo. O difícil é permanecer na tevê”

“Você tem que amar o que faz e eu amo o que eu faço”

“No Casos de Família posso mostrar a Christina Rocha verdadeira. Não faço tipo lá”

“O programa está há 6 anos no ar comigo. Quem não acreditou até agora, que não acredite” (sobre as pessoas falarem que os casos são falsos)

“Eu não ia dar minha cara pra bater se não fosse verdade”

“Estou namorando”

“Se eu descobrir uma traição, a fila anda. Teoricamente, eu não perdoaria”

“Eu não gosto de homem babaca, galinha e gostosão”

“Meu sonho é ver meus filhos felizes com muita saúde, que eu morra trabalhando e fazendo o que eu gosto. E que o Brasil melhore”.

Deixe uma resposta