Flávio Bolsonaro confessa no inquérito das rachadinhas ter pago salas comerciais com R$ 86 mil

Imagem: Adriano Machado /Reutersflavio bolsonaro

O senador Flávio Bolsonaro teria usado R$ 86,7 mil em dinheiro para comprar salas comerciais no Rio de Janeiro no período em que era deputado estadual. A informação foi confirmada pelo próprio Flávio em depoimento ao Ministério Público do Rio no inquérito das “rachadinhas” – apropriação do salário do servidor, segundo o jornal O Globo.

O jornal divulgou trechos dos depoimentos gravados pelo senador e por empreiteiros envolvidos na negociação.

A defesa de Flávio afirmou que vai entrar com uma representação nos órgãos de correição do Ministério Público Federal (MPF) pelo vazamento de informações de procedimentos judiciais em que o parlamentar é parte.

Em nota, a defesa do senador disse ter “recebido com perplexidade” as notícias de vazamento das peças e áudios de um procedimento que tramita sob sigilo. A defesa de Flávio diz que não vai mais permitir registros audiovisuais durante as manifestações do parlamentar durante os procedimentos judiciais.

Foram revelados na última sexta-feira (7), extratos bancários do ex-assessor de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Fabrício Queiroz, que comprovaram o depósito de 21 cheques, com valor somado de R$ 72 mil, na conta de Michelle Bolsonaro.

Deixe uma resposta