Fim de doações empresariais aumenta corrupção nas campanhas

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Inacreditável que alguém possa falar duas coisas que Dilma tem falado.

Primeiro ela diz que reforma política combate corrupção.

Isto é surreal.

Nenhum tipo de reforma política jamais acabou com qualquer tipo de corrupção.

A corrupção não está na política mas sim nas pessoas.

E dizer que acabar com doações de empresas beneficia democraticamente todas as candidaturas é a consagração da ignorância das leis de mercado.

Nenhuma campanha se faz sem dinheiro.

Todo político sabe exatamente quanto custa uma campanha e que a maioria dos custos reais são bem maiores do que os nobres políticos declaram.

De algum lugar tem que sair o dinheiro.

É muito bonito bradar contra doação de empresas quando se esta no poder ou se tem a ideologia comunista.

Vejam o caso Petrolão que foi feito, até o que agora mostra, pra financiar campanhas de amigos do governo com dinheiro gerado por desvios de empresa.

Dilma jamais foi candidata a nada e de nada sabe sobre eleição.

Ela é fruto da teimosia de Lula e assim vai ser.

Todo banco e toda empreiteira sempre deu dinheiro pra campanha e isto nada tem de mais.

E não me digam que as empresas estrangeiras são melhores em termos de propina porque algumas delas já estão sendo investigadas em caso de propina, além de algumas até terem confessado.

Quando uma empresa estrangeira vem ao Brasil e tem que conquistar uma obra, se tiver que pagar alguém este alguém vai ser pago porque o executivo da empresa tem que prestar contas de sucesso na matriz.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta