Felipe Becari, vereador eleito em São Paulo, é internado após picada de jararaca

Foto: Redes sociais/reprodução

O policial civil de São Paulo Felipe Becari, eleito vereador pelo PSD na capital paulista, foi picado por uma cobra e está internado desde sexta-feira (4) no hospital Rede D’Or São Luiz, na Zona Sul da capital.

Becari teve 98.717 votos e foi o quarto candidato mais votado para a Câmara Municipal de São Paulo em 2020 e foi direto para uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) após dar entrada no hospital.

Nas redes sociais, o vereador eleito, que também se apresenta como defensor dos animais, contou que foi picado por uma jararaca no condomínio onde mora. A jararaca é uma cobra peçonhenta.

Becari tomou uma medicação do Instituto Butantan. A previsão de alta é por volta de quarta (9) ou quinta-feira (10).

Em vídeo postado no Instagram, Becari afirma que já fez a soltura de cobras mais de 15 vezes.

“O famoso “veneno da jararaca” . Ontem encontrei duas cobras dentro do condomínio onde moro e, como de costume, as levo para a área correta de soltura de onde costumam vir (já fiz isso mais de 15 vezes, sempre consultando um amigo biólogo sobre a espécie e peçonha). De todas as cobras que já peguei (e documentei aqui por várias vezes) foi a 1ª vez que se tratava de uma filhote de Jararaca – na penúltima foto, o registro que fiz antes de soltá-la e a última foto tirada da internet, para comparativo – e que não o consultei, por não ter reparado na diferença dos detalhes entre espécies. É um veneno muito perigoso, pois pode causar insuficiência renal e consequente processo de hemodiálise, por isso a internação na U.T.I. para monitoramento de rim, urina e parâmetros, enquanto o veneno é eliminado do organismo. Ontem mesmo ingeri os antídotos/soros e diversas medicações, além de outros exames relacionados ao Covid-19 (resultado negativo)’,'”escreveu o policial no Instagram.

Nesta segunda-feira (7), Becari disse que permanecia internado, mas que os exames médicos mostraram sensível melhora.

“Cheguei no limite, mas Deus disse que não era a hora”, contou ele em vídeo.

“O risco de hemorragia está praticamente zero; e de morte, então nem se fala”, completou.

Deixe uma resposta