Ex-Carrossel quebra contrato com agência para virar funkeiro

Foto: Divulgação

O ator Thomaz Costa quebrou seu contrato com a empresa que agenciava sua carreira para seguir a carreira de funkeiro. O intérprete de Daniel em Carrossel (2012) não cumpriu todo o acordo que há oito anos com a empresa Quattro G Assessoria para ser uma das estrelas da KondZilla Records e pode pagar uma multa de até R$ 100 mil.

A informação foi divulgada pela Quem e Notícias da TV. Segundo Bia Carmagnani, ex-assessora de Thomaz e CEO da Quattro G, a briga começou em 22 de junho:

“Ele me ligou, falou que estava pensando em fazer uma negociação com o KondZilla e perguntou minha opinião. Eu disse que ele precisava saber o que queria para a vida mas que, se optasse por esse caminho, precisava cumprir certos trâmites da empresa”.

“O Thomaz entendeu, falou que ia pensar e reforçou que íamos nos falar pessoalmente caso ele decidisse algo”, complementa. No dia seguinte, o ex-Carrossel divulgou em suas redes sociais que era o novo contratado da gravadora. “Fiquei sabendo pelo Instagram que ele tinha assinado com o KondZilla”, revela Bia.

Desde então a quatro G tenta um acordo com o ator.

“A partir do momento em que ele anuncia que assinou com outra empresa, ele cancelou [o contrato] com a gente. Os advogados já estão conversando, os acordos não foram aceitos e amanhã a gente vai dar entrada com a ação”, complementa a CEO da agência. Pelas estimativas, as multas podem chegar até R$100 mil.

O contrato com a gravadora de Konrad Dantas pede exclusividade do agenciamento da carreira de Thomaz, o que já impossibilitou que ele fechasse novas parcerias comercial.

Deixe uma resposta