“Estou louco para jogar”, Kaká volta ao São Paulo com festa no Morumbi

0897_crop_galeria
Rubens Chiri / saopaulofc.net

Se todo bom filho a casa torna, Kaká está de volta ao Morumbi. O palco da decisão do Torneio Rio-São Paulo em que o ainda garoto explodiu para o futebol, em 2001, recebeu neste domingo mais de 20 mil torcedores para recepcioná-lo. Agora, mais maduro, melhor do mundo, e ávido por mostrar que ainda pode jogar em alto nível 11 depois de trocar o Tricolor pelo Milan.

O movimento na casa são-paulina foi intenso desde as primeiras horas da manhã, quando os portões foram abertos para a entrada gratuita dos torcedores. O clube montou um palco atrás de um dos gols para festejar e uma banda animou a festa. Lá, ao lado dos outros ídolos Rogério Ceni e Luis Fabiano, Kaká apareceu para vestir a camisa 8, que pertencia a Souza desde o início desta temporada. Ele recebeu o uniforme dos dois companheiros, foi ovacionado pelos são-paulinos e cantou o hino do clube.

– Emocionante, 11 anos depois, voltar ao clube que me formou, onde cresci, onde comecei a jogar, ver vocês (torcedores), meus amigos e minha família aqui… É um dia muito especial para mim. O São Paulo me lançou para o futebol mundial e hoje poder estar de volta, é um dia muito especial e memorável – disse ele aos são-paulinos.

– Eu estou muito feliz. Não vejo a hora de jogar, minha família e meus filhos também. Ansioso para começar a jogar, com esses dois ídolos aqui. Obrigado a todos e será muito especial. Não sei quando vou jogar, mas será o mais rápido possível – completou.

O meio-campista ficará no São Paulo por apenas seis meses. Depois disso, passará a atuar na Major League Soccer (MLS) pelo Orlando City, com quem assinou contrato na semana passada. O tempo é curto, mas capaz de fazer a torcida sonhar com o título da Copa do Brasil, do Campeonato Brasileiro ou, no mínimo, com uma vaga na Taça Libertadores de 2015.
Com o contrato curto, o São Paulo quer colocar Kaká rapidamente em campo no Campeonato Brasileiro. A ideia da diretoria e da comissão técnica é de que o jogador estreie no dia 19 de julho, contra o Chapecoense, às 18h30, no Morumbi. Antes, o Tricolor pega o Bahia, dia 16, na Fonte Nova.

Deixe uma resposta