Empresa de Eike Batista, MMX já demitiu mais de 200, diz Sindicato

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A MMX, empresa de Eike Batista, assim como seu dono, passa por dificuldades financeiras, paralisando provisoriamente a produção de minério de ferro e demitindo cerca de 200 funcionários, segundo o  presidente do Sindicato Metabase de Brumadinho, Agostinho José de Sales.

“Esse ano já demitiram mais de 200 funcionários para a redução de custos”, afirmou Sales à agência Reuters.

Com cerca de 1000 colaboradores, sendo 550 empregados próprios, a instituição rebateu “os empregados diretamente lotados nas áreas operacionais não sofreram impactos significativos”, relatou à Reuters. 

 

Deixe uma resposta